É SÓ CHOVER QUE O VAZAMENTO APARECE E COMO CONSEGUIR DETECTAR O LOCAL EXATO DESTE VAZAMENTO

Tempo de leitura: 5 minutos

Na estação das chuvas, é muito comum que as paredes e teto fiquem ensopados, mas nada que um bom sol depois não resolva, porém muitas casas podem sofrer com infiltrações, o que acaba comprometendo a estrutura, além de ser visualmente desagradável.

As infiltrações acontecem quando existe água represada em um local e sem nenhum tipo de escape, criando umidade e formando uma área com trincas e o reboco, revestimentos e tinta soltando.

O que fazer quando isso acontece? Quais as alternativas para resolver o problema? Neste artigo, explicaremos como é e funciona a impermeabilização, como detectar o local do vazamento e eliminá-lo por completo de sua casa.

COMO ACONTECE OS VAZAMENTOS DE LAJE

Ao construir uma laje, deve haver ralos que escoam a água da chuva, sendo que além disso, a laje deve ter uma pequena inclinação para o lado onde estão os ralos, para que dessa forma não haja locais represados.

São esses locais que trazem os problemas de infiltrações, pois por não ter ´´caída“ e nem ralos no local, a água fica parada e precisa ir para algum lugar, se infiltrando na laje e com o tempo, comprometendo o andar debaixo.

Outra situação comum, principalmente em lajes cobertas com telhas por exemplo, é de uma delas quebrar e toda chuva passar pela rachadura e ir se retendo embaixo e infiltrando.

É fundamental que exista caída na laje sempre, principalmente quando ela fica em um local exposto ou mesmo com telhas e algo que sirva como cobertura, pois no caso de algum problema, a infiltração não ocorra.

Infiltrações vão comprometendo aos poucos a laje e paredes ao redor, começando com uma simples umidade que some quando o sol é mais intenso, mas que pode ser mais persistente em dias úmidos e nublados.

Depois da umidade, a estrutura da laje pode ficar mais propensa a rachaduras, que quando aparecem, começam a pingar e quando na parede, pode deixá-la totalmente molhada.

AS SOLUÇÕES PARA O CONSERTO DE VAZAMENTOS

Quando se fala em estruturas externas e expostas, a única forma de evitar que os vazamentos de água avancem e se tornem um problema muito sério, é através da Impermeabilização.

A Impermeabilização é um processo que serve para vedar materiais porosos como tijolos, e gera uma película invisível, que protege contra a ação da água e qualquer tipo de umidade, inclusive de chuvas.

São dois os tipos de impermeabilizantes: os rígidos e os flexíveis. Rígidos são indicados para piscinas e galerias, locais com baixa mudança de temperatura. Os flexíveis tem por base o polímero e indicados para áreas com altas incidência de infiltrações e rachaduras, como pisos, paredes e varandas descobertas.

Em locais expostos com chuva e tubulações que possam romper em algum momento, existe a Emulsão Asfáltica, Manta Asfáltica e acrílica. A Emulsão Asfáltica possui elastômero e é passada a frio, sendo que a Emulsão Acrílica é a mais indicada em áreas sem proteção.

A Manta Asfáltica possui polímero e é indicada para lajes, paredes e reservatórios de água. Com alta cobertura, a proteção é considerada alta. Para obter sucesso, é necessário um profissional para aplicá-la, já que é preciso de maçarico para fixá-la e dar o acabamento.

O mais indicado sempre é a prevenção, por isso antes de construir, observe esses pontos:

  • Sempre na construção, fazer uma pequena inclinação da laje para que a água não empoce e vá sempre em direção aos ralos;
  • Observe sempre se as telhas estão boas e sem trincas;
  • Se a parede da casa fica muito exposta nas chuvas mais fortes, veja alternativas de um toldo ou algo parecido para evitar que ela tome chuva com muita intensidade sempre;
  • Sempre impermeabilize todas as áreas da casa como banheiros, cozinha e área de serviço e a cada 2 anos, faça o retoque para que o local fique sempre protegido.

COMO DETECTAR VAZAMENTOS QUANDO CHOVE

Quando chove, a umidade que muitas vezes fica invisível aparece, mas nem sempre o local e como esse vazamento está acontecendo fica claro. Quando o problema é numa área aberta, exposta, é mais fácil encontrar o vazamento, assim como seu conserto.

Já em áreas internas e de difícil acesso como telhados por exemplo, é preciso de uma análise mais específica para saber em que parte está o problema, pois muitas vezes o que parece ser em uma área, começou em outra e ser ainda mais complexa do que parece.

Muitas vezes a infiltração começa em um local por onde passa tubulações, e nesse caso é preciso ter a certeza que não é o encanamento que está tendo vazamentos, e para isso, solicitar um Caça Vazamentos é o ideal para encontrar, se houver, um vazamento de água interno.

O Caça Vazamentos é um profissional altamente capacitado que consegue detectar todo tipo de vazamento com muita rapidez e facilidade, através do uso de aparelhos como o Geofone, um dispositivo que consegue encontrar vazamentos de água com eficácia e agilidade.

No mercado, existem muitos aparelhos similares e importados, o que acaba sendo mais caro e possuem especificações que não condizem com normas e nem a forma como o Brasil constrói e repara suas tubulações.

Para isso, a GLDS criou e produz o Geofone LD 25 e LDC 35, aparelhos para detecção de vazamentos com a mais alta tecnologia e 100% brasileiro e digital! Com ajuste de volume e fone com filtro que elimina por completo todo e qualquer ruído externo, dando ao profissional total confiabilidade no som que está ouvindo, podendo encontrar o vazamento mais rapidamente.

Com bateria recarregável, durável e resistente, o Geofone da GLDS oferece 5 anos de garantia e facilidade total no uso, de um aparelho simples e leve, que todo profissional de Caça Vazamentos quer ter e aprova!

Solicite uma visita de um profissional de Caça Vazamentos e certificado pela GLDS, para utilizar e qualificado pela GLDS para seus produtos e cursos especializados. Obtenha qualidade no serviço com profissionais e produtos GLDS.

Confira mais posts sobre produtos e Caça Vazamentos certificados GLDS no site!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *